Porque eu sou louca.

Screenshot005

Porque eu sou louca eu vou achar que você tem boas intenções até que se prove o contrário. Eu vou sorrir e acreditar no que você disser, mesmo quando a desconfiança for grande e a história não fizer sentido. Porque como eu sou louca, eu acho que quem gosta da gente não tem motivos pra mentir e correr o risco numa idiotice com um potencial tão grande de dar merda. E já aviso: Eu vou achar que você gosta de mim, caso você passe a me dar atenção diária e sair comigo semanalmente, não porque esse comportamento dê qualquer tipo de margem para tal, mas porque eu sou louca, é claro.

Porque eu sou louca eu vou começar a criar sentimentos por você depois de alguns meses. Eu sei que a maioria dos seres humanos normais só faz isso depois que o parceiro já deu o “check in” no namoro, mas eu, como louca que sou, crio sentimentos pelas pessoas que se relacionam comigo mesmo sem a autorização formal delas. Porque eu sou louca eu vou ser sincera e te contar isso, e mais louca ainda, vou esperar que no caso desse sentimento não ser recíproco, que você seja sincero também e caia fora, como todo bom cafajeste. Porque eu sou louca eu vou esperar que você seja bom. No sentido literal, aquele que é o contrário de mau e que como todo bom vai ter um bom coração, que não vai ter coragem de me magoar, nem me enganar. Porque eu sou louca eu vou te tratar com carinho, respeito e consideração, independente da relação que nós tivermos.

Porque eu sou louca eu vou achar que se você continua saindo comigo depois de meses (toda semana) é pura e simplesmente porque você gosta de mim. E não por nenhum outro motivo. Mas isso é porque eu esqueço que eu sou a louca da história e me tomo como base. Porque eu sou louca eu vou comemorar silenciosamente quando você mencionar que todos os seus melhores amigos sabem quem sou eu (pelo apelido) e vou ficar sem graça toda vez que os MEUS amigos, me perguntarem quando é que isso vai pra frente, porque afinal de contas, já faz um tempo né. Porque eu sou louca eu vou achar que depois de tudo isso seria loucura pensar que você estaria saindo com outra(s) pessoa(s). Porque eu sou louca eu vou achar um absurdo quando, do nada, você desaparecer por uma semana. Porque eu sou louca eu vou chorar só um pouquinho quando eu descobrir que aquele date que você cancelou pra ir a um evento no trabalho na verdade era uma balada com amigos. E mais um pouquinho quando eu descobrir que a noite de Netflix na verdade foi um date com outra. Mas isso é porque eu sou louca. Porque eu sou louca eu vou esperar (de)mais de você.

Porque eu sou louca eu acredito que relacionamentos, de qualquer tipo, são pactos onde as pessoas se comprometem a ser o melhor que podem.

Mas eu sou a louca aqui, então não me levem em consideração.

 

O álcool e o meu celular.

1150368_596261247063565_421305446_n

Eu acho que alguém tinha que inventar um aplicativo que coloca o seu celular no modo de emergência e só permite que você ligue para a polícia, os bombeiros ou o 99táxis todas as vezes que você tenta usar o celular bêbada. Porque se tem duas coisas que não combinam nessa vida, é o álcool e o seu celular, juntos na mesma balada.

Eu não sei o que acontece, mas parece que quando você fica bêbado as pessoas que estão com você simplesmente não bastam, você pode estar com 50 amigos, 2 peguetes e 5 prospects, não interessa, os contatos do Whatsapp que não estão presentes vão sempre parecer mais interessantes. E é exatamente aí que mora o perigo, porque a maioria dos contatos que não estão na festa normalmente estão sóbrios, e você… Bom, você não.

Isso sem contar que bêbado é uma desgraça né?! Você nunca sabe a hora de calar a boca, tudo que você está fazendo, seja vendo grama crescer ou dando em cima do mocinho do bar, parece uma notícia digna de capa de revista.

E a intimidade então? Se der o celular na minha mão eu sou capaz de mandar DM até pro Caio Castro dizendo: E aí gatinho, onde você tá?!

Saudades senso do ridículo.

Bom, seguindo essa linha de pensamento, eu resolvi que levar outro celular (mais baratenho e passível de roubo) para a balada seria uma brilhante ideia, já que eu não ia ter que me preocupar em perder o celular (que me custou um rim e dois dedos do pé), nem tampouco correr o risco acabar os romances que ainda nem começaram, eu mataria 2 coelhos com uma caixa d’água só não é mesmo???!! Não, porque por algum motivo bizarro (mea culpa, mea máxima culpa), o meu Whatsapp sincronizou os contatos dos dois celulares, ou seja, logo no primeiro final de semana eu já fiz o favor de mandar mensagens para TODOS os meus contatos do app.

O pior de tudo é que não eram mensagens normais, do tipo: Eai!

Eram coisas completamente sem noção, do gênero: “Onde você tá?!” dedicada ao Carinha Que Eu Ainda Não Peguei, “Qual é a boa de hoje?” dedicada ao Meu Ex, ás 3 da manhã (porque timing é tudo na vida), “Comom você tá, vamos sair?” dedicada ao Meu Amigo Que Está No Intercâmbio, ás 4:30 AM (novamente com o timing) e finalmente “Passeiz na frent do burdog e lemlbreu de vicê” dedicada ao Meu Amigo Gato por volta das 5 da manhã (eu não faço ideia do porque eu mandei essa).

É claro que tiveram muitas outras, contando com uma conversa inteira por áudio com uma amiga, contando sobre os perigos de se pegar um ônibus sozinha na madrugada de Londres.

Na manhã seguinte eu não sabia se mandava mensagem avisando “mal ae galera”, se só fazia a Shakira e fingia que nada a aconteceu ou se cavava um buraco no chão, me jogava dentro e pedia pra alguém cimentar, me poupando de ter que encarar aquelas pessoas algum dia. Mas, como era de se esperar, meu bom senso venceu a ressaca e eu fiz a completa louca e optei pela segunda opção. Afinal de contas, maturidade e seriedade sempre né gente?!

Déjà fu: Aquela sensação de que você já se fudeu assim antes.

Captura de Tela 2014-04-24 às 21.02.48

Ao contrário do que muitos pensam Murphy não é uma lei, é um bonde que atropela a vida das pessoas diariamente. É tipo uma privada que cai do céu, podia acertar qualquer um, mas foi VOCÊ o infeliz que passou por ali na hora errada.

Por exemplo:

Já percebeu que quando você sai linda e montada de casa, pronta pra encontrar o amor da sua vida, o metrô esta vazio, no ônibus só tem traste e o gatinho do escritório tirou o dia de folga?! Agora quando você acorda atrasada, sai louca e sonada com aquele rabo de cavalo safado, de quem não teve tempo de lavar o cabelo, com o batom na orelha e a meia trocada, aí minha filha, pode ter certeza que TODOS OS HOMENS BONITOS DO BRASIL vão cruzar seu caminho. Rodrigo Santoro vai sentar do seu lado no ônibus e você vai passar o resto do dia se perguntando “Porque, Deus?”.

Quem nooooonncaa????

Juro, às vezes a angústia é tanta, que eu tenho vontade de correr até o cidadão e dizer: “Oi, tudo bem? Só queria te dizer que eu não sou assim, tá?! Na verdade eu sou linda, é que excepcionalmente hoje eu não tive tempo de me arrumar, mas confie em mim, eu sou a mulher dos seus sonhos, inclusive se eu fosse você anotaria meu telefone”.

E na balada então?! De cada 30 baladas que você vai, em 29 você se comporta. Faz aquele esquentinha báaaasico, toma uns dois drinks E PARA POR AÍ, mantém a classe, a elegância, a dignidade de lady e não encontra ninguém óbvio, porque nessas ocasiões só tem “esquisito” na festa. Agora naquela UMA baladinha, aquela de terça, que você pensou “Quem vai na balada de terça? Vou aproveitar pra enfiar o pé na jaca. Vamos nos permitir”, saiba que no exato momento em que você teve esse pensamento, o universo estava conspirando para que todos os caras que você JÁ pegou e que você QUER pegar, se encontrassem na mesma balada, no caso, a que você está indo…. Bêbada. Amo.

Aí você já chega no estabelecimento alucinada e, em menos de cinco passos, descobre que o lugar está um campo minado, qualquer escolha errada e você perde todos os bofes que trabalhou tão arduamente para conseguir. Eu gosto de chamar esse episódio da minha vida de Receita para o Apocalipse (sim, isso aconteceu comigo).

Óbvio que deu tudo errado, visto que o meu “eu bêbada” é infinitamente menos esperto do que o meu “eu sóbria” e até o fim da noite eu já tinha feito um estrago considerável na minha vida sentimental. Mas o mundo continuou girando, o meu cabelo continuou crescendo e eu sobrevivi. Então se você, minha amiga, também foi atropelada pelo bonde da Lei de Murphy e está aí sofrendo, ou se você simplesmente encheu a cara e fez um monte de cagada, estou aqui pra te dizer, você não está sozinha. E não se preocupe, o tempo vai passar e tudo vai se resolver, confie em mim.

Mas tem uma coisa, se eu cruzar com esse cretino desse Murphy na rua, eu vou encher a cara dele de porrada, porque ninguém merece essa sina né gente, convenhamos.

Menino bonito. Menino bonito, ai….

tumblr_mqpsqmSmJL1sd75hqo1_500

Confesso, tenho um fraco pelos bonitos. #prontofalei

Pode ser maluco, pode ser sem noção, pode ser amigo do ex e até o mais Cafa dos Cafas. Se for bonito, a coisa fica feia. E que jogue a primeira pedra quem nunca cometeu o mesmo pecado. Porque convenhamos Brasil, quando o bonito chega chegando, não tem pra ninguém, nem mesmo pra o seu bom senso.

Eu entendo que beleza seja uma coisa bem subjetiva, mas cada uma sabe onde aperta o seu calo. E, no meu caso, o calo aperta quando um corpinho bonito é combinado com um cabelo comprido jogado para o lado (muito importante esse detalhe) e um alargador. Tem como resistir Brasil???

Não tem.

Se tiver tatuagem então. Só. Leva.

E é complicado, porque às vezes (99,9% delas), você sabe que não deve pegar o cara por N razões, algo te diz que algumas delas são bem importantes, tipo não magoar alguém, mas ai ele já esta com o braço em volta de você (aqueles braços maravilhosos, diga-se de passagem), e o mundo já começou a girar e quando você vê… Pronto. A cagada está feita.

Eu acho que Deus é muito injusto quando te coloca numa situação dessas, porque veja bem, é muito difícil negar qualquer coisa quando o cara é muito bonito, perceba, você fica meio retardada, ele te pergunta qual o seu nome e você só falta responder “Peraí que eu vô checar! Me dá só um minuto”, as suas respostas sempre parecem ter saído do Guia de Pegação da sua avó (e as piadas também). É terrível.

Esse já não é um problema que você tem com os feios. O feio ele consegue ver quem você é de verdade, porque você está zero interessada em impressionar, então você simplesmente é legal. Eu por exemplo, tenho o dom de impressionar TODOS os caras que eu cruzo na balada, com exceção do cara que eu quero pegar, porque lógico, com esse eu sempre viro uma completa imbecil, só falta babar enquanto falo com ele.

Agora me diz Brasil, o que eu posso fazer? Começar a olhar mais para o interior das pessoas e perceber que talvez os caras feios sejam a melhor opção?

Claro que não.

Porque eu estou trabalhando pra achar uma solução para o problema e não pra me jogar de cabeça no limbo dos relacionamentos néam?!

Então pra você que está se descabelando toda pensando “E agora José?” eu te trago uma alternativa, é claro que não vai resolver o problema, mas da pra tapar o sol com a peneira por algum tempo: Toda vez que eu vou responder alguma coisa pra um bonito a primeira coisa que eu faço é pensar, se ele fosse o (insira aqui o nome de qualquer amigo seu que seja feio e arraste uma asa pra você), o que eu responderia? Ai eu respondo. Claro que isso só quando estou conversando pelo Whats ou pelo Face, porque se eu demorar tudo isso pra responder o cara que está na minha frente, ele vai ter certeza que eu não bato bem.

Eu sei que tudo isso parece bem fútil, e talvez realmente seja, mas como eu já disse e repito, eu não estou nem ai. Não estou dizendo que eu SÓ olho para a beleza do cara, só estou dizendo que QUANDO o cara é bonito eu perco o chão.

E como já diria Céu, “Menino bonito. Menino bonito, ai…”

PS: Esse moço da foto não é de Deus né?! Fala sério…

É o que tem pra hoje

936636_10151454480772825_1450888711_n

Dizem que Deus ajuda quem cedo madruga. E ai eu respondo, defina cedo, porque eu ando acordando a 6 todo dia e continua tudo a mesma merda.

Continuo não tendo namorado, nem dinheiro, nem noção e nem uma ilha no Caribe. Mas nem por isso eu parei de tentar. E sabe por que eu não desisti Brasil??

Porque a vida é assim mesmo, talvez um dia eu ache o amor da minha vida, talvez semana que vem eu invente um app para Iphone que vai me deixar milionária, talvez mês que vem eu aprenda a pensar antes de abrir a boca, e talvez nada disso aconteça e eu continue exatamente como estou agora, só que mais velha (e louca). E ai? Eu faço o que? Bebo Veja Limpa- Banheiros e me mato? Não né galera, eu me adapto! Porque é isso que as pessoas grandes fazem, elas aprendem a viver com o que tem.

Bem- vinda ao mundo real, meu doce.

Para de ter pena de si mesma só porque ninguém te quer, não é porque o encosto do seu ex arrumou MAIS UMA namorada e você continua forever alone, que você tem que sair pegando o primeiro traste que aparece, só pra tapar o buraco do desespero que já está com 30 cm de dilatação.

Veja a minha situação, por exemplo, tive um breve momento de desespero semana passada, agora me diz, o que você faz quando o desespero bate? Merda! Você faz merda, e eu como não fujo a regra, fiz também. Fui dar corda pra um bophe, que por acaso, tem namorada, mas não tem semancol e agora estou enrolada até o pescoço com essa encrenca. Estou com a mesma sensação de quando você vai na D- Edge de segunda, você sabe que vai se foder pra acordar no dia seguinte, mas ainda assim vai, por motivos que o seu bom senso desconhece.

Logo não siga o meu exemplo, e se mantenha forte, respira fundo, assiste um filme, vai pra balada e beba até entrar em coma alcoólico, mas não vai atrás de quem não deve. E por favor, não entra na bad. Não tem nada mais deprimente do que amiga na bad do desespero, até porque não tem como ajudar, é igual fumante, só depende dele parar.

Agora no meu caso, a cagada já está feita, vamos ver no que vai dar. E já adianto que essa história só tem dois finais, ou ele samba na minha cara, ou eu sambo na dele.

Só digo uma coisa, já estou tirando o salto do armário, porque eu não sou mulher de perder.

Houston, we have a problem!

560921_4367032099180_636262034_n

Incrível como a gente só percebe que perdeu o controle quando as sirenes da cagada estão já estão soando né?! Porque ninguém te avisa que vai dar merda no primeiro copo de Cuba Libre ao invés de no último?

Com a tecnologia de hoje em dia, seria tão imensamente mais fácil se Deus te mandasse um “whats” dizendo “Limmmda, no próximo copo você vai pegar o amigo do bophe, seja uma menina crescida e volte pra casa AGORA!” e pronto! Você iria pra casa, a sua consciência estaria tranquila e a sua reputação intacta. Mas a vida não é assim, no dia seguinte da festa você acorda, querendo saber a placa do trator que passou em cima da sua cabeça e lembra que além de dar show no pole dance você também pegou o amigo do lindo (aquele bonitinho que você ia apresentar pra sua amiga sabe?!) e essa lembrança puxa aquela outra, do dia que você foi na festa e falou um monte de besteiras e também a que você bebeu e esqueceu a bolsa no taxi e é exatamente nesse momento que você pensa

Preciso tirar minha vida do piloto automático, as coisas saíram do controle.

Daí você faz todas aquelas promessas que você já fez um milhão de vezes, a que não vai beber mais, a que não vai mais pegar os caras errados, a que vai falar menos e escutar mais, e todas as outras que todo mundo sabe que você não vai cumprir. No dia seguinte você vai até o salão, vai mudar o corte, vai passar umas duas ou três semanas sendo a boa menina que sua mãe sempre pensou que você fosse e depois de um tempo vai perceber que isso tudo é muito chato, então vai bagunçar sua franja nova, colocar o look mais ahazo que tem no seu armário e chamar azamiga pra fazer um esquenta, “porque hoje eu to pro crime!”. 

O fato é que todo mundo faz cagada de vez em quando, você, o seu cachorro, a sua mãe, a sua melhor amiga e até o bophe escândalo que você está tentando impressionar, então você só precisa tentar minimizar os danos das suas e saber ligar um foda-se de vez em quando.

Enquanto isso, continuaremos acendendo inúmeras velas de 7 dias em favor da campanha “Deus, arrume uma conta no Whatsapp!“.