Ela não é tímida, o nome disso é chatice.

hateyoutoo

E viva o carnaval, viva o glitter, viva essas duas horas que eu arrumei no meio do dia pra escrever esse post maravilhoso, viva a blogueira mais chulé desse Brasil: Eu!

Estava eu no carnaval numa viagem de grupo. Todos sabem que viagens de grupo são complicadas por motivos de: as pessoas são diferentes e cada um tem uma ideia diferente de diversão. Mas essa estava um pouco mais desafiadora, visto que tínhamos gringos no meio do grupo, ou seja, além da coisa das características pessoais a gente também tinha que lidar com as diferenças culturais de cada um dos nossos coleguinhas e eu não sou assim a pessoa mais paciente do mundo, então digamos que no segundo dia eu já estava querendo fugir pras montanhas.

No meio desses queridos tínhamos uma menina, ela era namorada de um dos caras e se você fosse apresentada pra ela pensaria a mesma coisa que eu: Que fofa!

Ela era pequena, falava pouco e parecia concordar com tudo. Todos falavam razoavelmente bem dela, perceba, razoavelmente, ninguém parecia conhecer ela a fundo mesmo ela sendo namorada de longa data de um dos melhores amigos do dono da casa, mas ainda assim ninguém reclamou da menina também, então eu, com todo o meu otimismo, concordei quando me disseram: “É que ela é tímida, muito tímida”.

Mas não foram necessárias nem 24 horas pra perceber que de tímida ali não tinha nem o branquinho do olho #peganafalsidade. Todo mundo no bloquinho, curtindo a valer, não deu nem 15 minutos os dois somem. Se fosse qualquer outro casal você pensaria, “ok, foram transar, viva o carnaval!”, mas o caso é que eles não foram, eles saíram do bloquinho porque a fofa não gosta.

“Mas não gosta do que?” perguntei eu pra ela, porque afinal de contas, você está no fucking Rio de Janeiro.

“Das pessoas suadas me encostando, muita gente junta, do calor…”

Porque claro que é por isso que as pessoas vão ao bloquinho não é mesmo?! Quem é que não gosta de ser besuntada por fluídos de desconhecidos num calor de 40 graus enquanto é empurrada rua abaixo? Eu amo! Você não?!

Não tem nada a ver com a música super legal, a bateria que faz a gente vibrar, os amigos bêbados todos dançando juntos no meio da rua enquanto a gente usa aquelas roupas que sempre quis usar, mas nunca pode porque as regras sociais não permitem. Quem foi o louco que pensou isso?

Nota: Se você quer um carnaval frio e com pouca gente a Antártida tá aí pra isso, vai lá diferentona.

E então começou a saga, todos vão comer pizza, menos eles, porque ela está cansada de pizza, todos vão pra pixxta na balada, menos eles, porque ela disse que está muito calor lá, todos vão isso, todos vão aquilo, menos o casal 20, diferentão, pinguim do ponto frio, descobridor do Brasil, Telecine Cult. É claro que em NENHUMA dessas situações se ouviu a voz da garota dizendo “eu não quero” ela apenas comunicava ao banana namorado, que depois informava o resto do grupo.

Mas até ai ok, ela não estava me incomodando, eis que, um belo dia, chego eu em casa pra tomar banho e sou informada que a minha cama foi passada para o casal, porque a fofa estava com dor nas costas de dormir no colchão de ar. Mano. Do. Céu. Eu não teria ligado se tivessem me colocado pra dormir na sacada se fosse necessário, mas o caso é que só porque a minha cama era melhor a pequena notável tinha que ir lá cobiçar. É de cair o cu da bunda né. É claro que em nenhum momento ELA veio falar comigo, afinal de contas porque ela faria isso não é mesmo?! Só porque ela estava me tirando da minha cama?! Bobagem!

E o pior de tudo, durante todo esse tempo, as outras pessoas da casa (em sua maioria homens) continuaram achando que ela era “apenas tímida”. A fala sério galera, vai ser chata a assim lá na sua terra, eu prefiro ser maloqueira e curtir a vida sem frescura, do que ser esse bibelô dos infernos.

Anúncios

Porque eu sou louca.

Screenshot005

Porque eu sou louca eu vou achar que você tem boas intenções até que se prove o contrário. Eu vou sorrir e acreditar no que você disser, mesmo quando a desconfiança for grande e a história não fizer sentido. Porque como eu sou louca, eu acho que quem gosta da gente não tem motivos pra mentir e correr o risco numa idiotice com um potencial tão grande de dar merda. E já aviso: Eu vou achar que você gosta de mim, caso você passe a me dar atenção diária e sair comigo semanalmente, não porque esse comportamento dê qualquer tipo de margem para tal, mas porque eu sou louca, é claro.

Porque eu sou louca eu vou começar a criar sentimentos por você depois de alguns meses. Eu sei que a maioria dos seres humanos normais só faz isso depois que o parceiro já deu o “check in” no namoro, mas eu, como louca que sou, crio sentimentos pelas pessoas que se relacionam comigo mesmo sem a autorização formal delas. Porque eu sou louca eu vou ser sincera e te contar isso, e mais louca ainda, vou esperar que no caso desse sentimento não ser recíproco, que você seja sincero também e caia fora, como todo bom cafajeste. Porque eu sou louca eu vou esperar que você seja bom. No sentido literal, aquele que é o contrário de mau e que como todo bom vai ter um bom coração, que não vai ter coragem de me magoar, nem me enganar. Porque eu sou louca eu vou te tratar com carinho, respeito e consideração, independente da relação que nós tivermos.

Porque eu sou louca eu vou achar que se você continua saindo comigo depois de meses (toda semana) é pura e simplesmente porque você gosta de mim. E não por nenhum outro motivo. Mas isso é porque eu esqueço que eu sou a louca da história e me tomo como base. Porque eu sou louca eu vou comemorar silenciosamente quando você mencionar que todos os seus melhores amigos sabem quem sou eu (pelo apelido) e vou ficar sem graça toda vez que os MEUS amigos, me perguntarem quando é que isso vai pra frente, porque afinal de contas, já faz um tempo né. Porque eu sou louca eu vou achar que depois de tudo isso seria loucura pensar que você estaria saindo com outra(s) pessoa(s). Porque eu sou louca eu vou achar um absurdo quando, do nada, você desaparecer por uma semana. Porque eu sou louca eu vou chorar só um pouquinho quando eu descobrir que aquele date que você cancelou pra ir a um evento no trabalho na verdade era uma balada com amigos. E mais um pouquinho quando eu descobrir que a noite de Netflix na verdade foi um date com outra. Mas isso é porque eu sou louca. Porque eu sou louca eu vou esperar (de)mais de você.

Porque eu sou louca eu acredito que relacionamentos, de qualquer tipo, são pactos onde as pessoas se comprometem a ser o melhor que podem.

Mas eu sou a louca aqui, então não me levem em consideração.

 

Cadê o bom senso?

Screenshot001

I know, I know, eu ando meio sumida, mas a culpa não é minha, é da vida, culpem a vida. A vida e a falta de bom senso, eu não sei o que anda acontecendo com o mundo, mas alguma coisa claramente anda acontecendo porque não é possível!

Vamos começar com o meu professor. Eu tenho um professor, uma vez por semana ele me dá uma aula à noite que toma 4 horas do meu dia. Esse mesmo professor tem ciência que em outros 3 dias da semana eu, e todos os outros alunos da sala, temos 3 outras aulas diferentes, todas também com 4 horas e que 90% da classe tem empregos, de 8 horas diárias no mínimo porque temos contas pra pagar. Além disso, nós ainda comemos, dormimos e moramos em São Paulo, o que nos faz gastar 1 hora e meia em trajetos de 15 minutos. Mesmo sabendo de tudo isso este ser humano escolheu mandar três entregas de trabalhos semanais SÓ para a aula dele. Agora fala pra mim, onde está o bom senso? Porque sinceramente não é uma questão de preguiça, é uma questão de “O dia tem só tem 24 horas meu querido, nem tudo é sobre você”.

Mas então estávamos na balada e chega um cidadão falando DENTRO do ouvido da minha amiga – saudades espaço pessoal – e ele diz:

– Blá,blá,blá.. é que eu não sou de São Paulo… 

Migo isso está claro, pelos seus modos deve ter vindo de um buraco na selva ALOW MOGLI!

Mas é claro que a minha amiga, que é uma pessoa fina, apenas deu um passo a frente para se distanciar do Menino Lobo. Após repetir esse procedimento pela terceira vez sem sucesso, eu resolvi intervir porque eu não tenho noção do perigo e não consigo assistir homem sendo escroto sem fazer nada. Então com toda a minha assertividade eu disse “Some, ela não quer nada com você” e ainda fiz um Xô com a mãozinha. Lembrando que eu tenho 1,59m então essa sou eu arrumando a encrenca:

Hurley

Eis que vira o menino:

– Peraí, comigo não funciona assim, ou você vai ser educada e eu vou embora…

E eu interrompo…

– OU EU CHAMO O SEGURANÇA E VOCÊ SAI A FORÇA

Então sim meus queridos, ele preferiu que eu chamasse o segurança, que teve que pedir “gentilmente” que ele ficasse longe ou teria que “se retirar” do estabelecimento. E ele pagou esse mico desssssssnecessário e ainda teve que aquentar a minha cara de Eu Te Avisei. Agora me fala, precisava? Cadê o bom senso gente?

Também tivemos falta de bom senso nos meios de transporte, começando pela galera que curte fazer protesto nos horários de pico NA PUTAQUEOPARIU DA SEXTA FEIRA só pra fechar a paulista e causar com a vida de quem só quer chegar em casa. Só te digo uma coisa, pode ser protesto pra ter Feriado do Bacon que eu não vou apoiar. Apoio apagar o sol, mas não apoio causa de quem fecha a paulista na sexta. Serião gente, faz na segunda que já é um dia merda. Mas não estou aqui pra dar ibope pra tumulto, estou aqui pra falar da menina que me fechou no transito. Estava eu bonitinha na minha faixa, no maior transito monstro, eis que uma linda simplesmente imbica o carro na minha faixa, sem dar seta, sem por a mãozinha pra fora, sem pedir “por favor”, sem me esperar passar, sem ter educação, sem nada. Oi? Depois se eu levo o seu retrovisor você reclama.

E para terminar o boy que demorou 6 mensagens ignoradas pra entender que a minha amiga não ia responder. Seis. Em dias diferentes. Sendo que 4 eram emojis e a última dizia “Bye- Bye”. Oi? Bye- bye que quem? Ela não deu nem oi. Eu fico pensando o que passou na cabeça desse rapaz. Uma das do meio era “Ta difícil a comunição”, meu querido, você está mandando mensagem para um aparelho que fica grudado na menina 24 horas por dia e te avisa que a mensagem foi enviada, a única dificuldade que tem aqui é a sua de compreensão. Não ter uma resposta também é uma resposta. 

É claro que muitas outras coisas aconteceram pra eu me revoltar com essa sociedade horrorosa, mas por enquanto é isso. Agora você que está lendo, pensa na sua vida, pensa se você também não está faltando com essa coisa invisível que só os inteligentes enxergam chamada bom senso, porque ninguém gosta de conviver com gente escrota. É sério.