Meu futuro marido.

convite

Sabe, outro dia estava conversando com algumas amigas, enquanto descascávamos paredes para um trabalho voluntário (fala sério, eu sou um exemplo de ser humano), e chegamos a uma conclusão óbvia, porém hilária: Toda mulher, não importando a idade ou a opção sexual, tem um marido imaginário. E quando digo marido imaginário, eu quero dizer, um coitado, que pode ou não te conhecer pessoalmente, mas que você, sozinha, resolveu que tem todas as qualidades necessárias para ser seu marido.

E o mais bizarro é que, a partir do dia que você resolveu que o dito cujo é seu marido, você já começa a contar isso prazamiga como se estivesse anunciando o noivado, ninguém mais pode olhar pro cara, você passa a ter ciúmes dele, se ele pega alguém, a menina passa automaticamente a ser uma sirigaita que não serve pra ele, se for sua amiga então, cabôamizade! Você passa a se referir a ele como seu marido e toda e qualquer história que envolva o nome dele, seja um “oi” que ele te deu ou a foto em que ele foi marcado, vira notícia digna de capa de revista.

A parte mais legal do matrimonio imaginário pra mim, é o stalkeamento. Porque, óbvio, logo após decidir o marido, você caça toda e qualquer informação disponível sobre o garoto no mundo da internet, se tiver data do aniversario então melhor ainda, já da pra combinar os signos no Google (adoro). Vai até o Face do menino e disseca, olha quem anda curtindo as fotos, se tem foto da ex, entra no face de TODAS as meninas que aparecem marcadas nas fotos (precisamos saber se elas são bonitas mesmo ou se foi só naquela foto), olha quem ele andou adicionando, se tem Instagram, se fica online no chat ou se faz o tipo low profile, ou seja, tudo.

Mas daí não sai disso, você sabe até a marca de cueca que ele usa, mas e daí? E daí nada, porque afinal de contas, ele não sabe de nada disso (amém). Ou seja, se você realmente acredita que o fofo tem potencial, vai ter que deixar de ser cagona e fazer alguma coisa, seja curtir uma foto, mandar um “oi” tímido no chat do Face, ou até mesmo ser bold e chamar o cara pra sair na cara dura.

Como diria um amigo meu:

“Chama o menino pra sair, mas chama with no regrets, porque na boa, o não você já tem”.

Boa sorte com seus futuros maridos, agora tenho que ir, to aqui ocupada montando o convite do casamento.

Anúncios

4 comentários sobre “Meu futuro marido.

  1. Já viu aquele filme pecados íntimos? prova a sua teoria!

    Num mundo em que a gente é criada para esperar o príncipe encantado, não é de se surpreender, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s