Um sentimento chamado preguiça

598864_279896292142577_1537569766_n

Sabe, como toda boa garota cínica eu sou romântica, ou pelo menos penso que sou, o que é quase a mesma coisa. E até esse momento da minha vidinha mais o menos eu pensava que, como toda cínica que pensa que é romântica eu queria um amor, sabe, aquela coisa estilo Frejat (me julgue, eu não ligo) “Procuro um amor que seja bom pra mim, vou procurar eu vou até o fim…” e eu era feliz assim.

Mas ultimamente tenho percebido que não sei se é realmente isso que eu quero, amores, romances, rolos isso dá trabalho galera! Um trabalho que na boa, eu não sei se eu estou disposta a ter nesse momento, pensa comigo, começa com todo o desgaste mental pra parecer legal/inteligente/fofa nas conversas por Whatsapp, depois você surtando pra escolher o look ideal pra sair com ele, porque óbvio, você tem que ser sexy e clássica e autêntica tudo na mesma roupa e sem falar em toda aquela coisa da manutenção, não da pra você sumir quando da vontade, afinal estamos falando aqui de relacionamentos, você tem que encontrar um equilíbrio entre o “amo você” e o “tô cagando”, isso não é fácil.

Outra coisa, nesses tempos de Google em que a gente vive, se você quer um amor amiga, você tem que ter saúde mental pra aguentar toda a pressão psicológica do “leu e não respondeu” as pessoas fazem isso, eu não sei porque mas fazem é um fato. O nego leu a sua mensagem, tá la escrito não da pra negar e simplesmente escolheu, veja bem, ES-CO-LHEU não te responder, sério não to com saúde pra isso, como diria uma amiga minha “Me dá uma chinelada na cara, mas não fica sem me responder”.

Agora me fala, pensando em tudo isso, será que vale a pena? Não vale.

Não to falando vamos todas entrar no convento porque o mundo não tem salvação, vai na festa, pega o cara, curte, dança, faz cagada, entra na vibe do “todos os grandes felinos me pertencem”, não tem problema, mas entrar em um rolo agora? Sério mesmo? Só se o cara valer muito a pena. E não quero dizer o mais bonito, quero dizer o que estiver fazendo o maior esforço, tipo, o cara já tomou 80 botas minhas e continua me chamando pra sair, ok, vamos dar uma chance, vamos revisar seu caso e entraremos em contato assim que eu estiver com paciência.

Por fim, enquanto eu estiver nessa vibe, não, eu não quero amores, eu quero súditos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s